Visão Geral de Segurança

Última atualização: 08 de setembro de 2020.

1. Apresentação

1.1. A Política da TRANSFEERA estabelece os princípios, responsabilidades e diretrizes acerca da segurança cibernética e da informação, a qual se mantém comprometida com a observância da legislação em vigor aplicável e às boas práticas para a segurança da informação.

2. Objetivos e Princípios

2.1. A Política tem como objetivo garantir a segurança cibernética e de informação da Transfeera, e para isso, está baseada nos seguintes princípios que norteiam os nossos processos e diretrizes:

(a) Confidencialidade: garantia de que os dados coletados e utilizados sejam de conhecimento exclusivo de pessoas autorizadas a acessá-los;

(b) Integridade: garantia de que os dados utilizados se mantenham íntegros ao seu propósito, sem que sejam realizadas modificações indevidas, sem a devida autorização;

(c) Disponibilidade: garantia de que as informações e dados estejam disponíveis a todas as pessoas autorizadas a trata-los.

3. Alcance da Política

3.1. A Política de Segurança Cibernética e de Informação tem relevância organizacional, sendo aplicável a todos os colaboradores, funcionários, sócios, estagiários, parceiros e partes interessadas.

4. Diretrizes

4.1. Na gestão de riscos cibernéticos e da informação deverão ser observados:

(a) Garantir a segurança adequada às informações do negócio e de seus clientes, a Transfeera utiliza classificação, conforme o grau de sensibilidade e criticidade, o que seguirá os seguintes níveis:

  • Confidencial
  • Restrito ou de uso interno
  • Público

(b) Garantir a responsabilidade e comprometimento, de toda a organização e terceiros envolvidos na operação, com a proteção e segurança cibernética e de informação;

(c) Proteger os dados e informações da organização, através de gerenciamento de acessos em ambiente físico, virtual e remoto;

(d) Implementar arquitetura tecnológica de processamento e armazenamento de informações e dados através de proteção em camadas, com o objetivo de promover maior blindagem na estrutura de defesa;

(e) Assegurar processo contínuo de gerenciamento de vulnerabilidade de ativos de tecnologia, assim como garantir a proteção e monitoramento dos controles existentes;

(f) Utilizar infraestrutura de processamento e armazenamento de dados em Compliance com as legislações e resoluções aplicáveis e vigentes.

(g) Adotar o conceito Privacy by Design na criação de soluções de processamento de dados.

(h) Implementar processos de prevenção e de auditoria, protegidos através de recursos para assegurar a confidencialidade, integridade e disponibilidade.

(i) Promover rotinas periódicas de testes para fins de auditoria.

(j) Garantir resposta de incidentes, conforme plano que contemple as etapas de detecção, mitigação emergencial e análise de causa raiz da situação;

(k) Elaborar cenários de incidentes para realização periódica de testes de continuidade de segurança.

5. Vigência e Validade

5.1. Esta Política é revisada sempre que necessário, no mínimo, anualmente.

Demonstração

Transforme sua rotina de pagamentos

Estamos prontos para realizar seus pagamentos
diretamente na conta bancária de seu favorecido, em
qualquer banco brasileiro.

Solicitar demonstração

Dúvidas frequentes

Num primeiro momento é normal surgirem dúvidas.
Veja abaixo algumas respostas às principais perguntas:

Por que usar a Transfeera?

Nosso principal objetivo é ajudar as empresas a automatizarem suas rotinas de pagamentos, para que assim elas fiquem livres para focar no que é mais importante em seu negócio.

Com a automação de processos ajudamos nossos clientes a economizar com rotinas operacionais e também com taxas bancárias.

Nosso processo de pagamentos é automatizado em diferentes bancos, dessa forma entregamos agilidade e transparência à sua operação de pagamentos.

Por usarmos contas em diferentes bancos, e na maior parte do tempo executarmos transferências entre contas, também conseguimos executar uma operação estendida, fazendo transações de TED e DOC em D+0 para os principais bancos do Brasil para todas ordens de pagamentos recebidas até as 19 horas diariamente, e pagamentos instantâneos via Pix.

Sim, a Transfeera é uma das primeiras empresas autorizadas pelo Banco Central a fazer e receber pagamentos pelo Pix, novo meio de pagamentos no Brasil.

Não, a Transfeera é uma instituição de pagamentos emissora de moeda eletrônica e participante indireta do Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI).

Nossos valores estão baseados em segurança e transparência, com isso temos o prazer de atender empresas de vários ramos diferentes e diversos tamanhos, prezando sempre por garantir que a atividade exercida em nossa parceria seja segura. A lista completa de segmentos atendidos pela Transfeera pode ser acessada aqui.

Sua pergunta não está aqui? Entre em contato com a
gente agora mesmo! Respondemos em minutos!

Tire suas dúvidas

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!